Você conhece seu candidato?

Pois é.

É provável que muita gente não saiba, mas nós podemos ter acesso ao cadastro dos candidatos aos cargos de Prefeito e Vereador.

Na verdade é um cadastro simples que disponibiliza publicamente informações pessoais, processuais e declarativa de bens próprios, além do nível de escolaridade do candidato.

Para obter essas informações, basta acessar o site do TSE – Tribunal Superior Eleitoral.   Lá encontram-se todas as informações pertinentes e relativas a todo serviço eleitoral em nível nacional.

Para obter informações dos candidatos do seu município, basta clicar no link da Divulgação de Candidatos e, na sequência, clicar no link Divulgação de Registro de Candidaturas 2008.   Em seguida, selecione no mapa o estado que deseja, depois basta escrever o nome do município na caixa de pesquisa (ou procurá-lo na lista).   Aparecerá então o número de candidatos para os cargos de prefeito e vereador registrados para o munícipio selecionado.

Para economizar tempo, observem que ao clicar no NOME do canditado, o registro cadastrado aparecerá na tela e ao clicar no SIGLA DO PARTIDO, aparecerá uma caixa que informa a previsão de gastos do candidato na campanha.

Outra leitura interessante (e que é possível encontrar com extrema facilidade em qualquer mecanismo de pesquisa) é a resposta para a seguinte pergunta: “O QUE FAZ UM VEREADOR?”

Parece bobagem.   Mas não é.   Não são raros os casos em que os votos seguem uma linha de fidelidade cujos critérios são baseados em qualquer coisa (família, amigos, conhecidos, entre outros bem mais “pesados) menos no que deveria ser de fato.

Sugiro a leitura do texto “O que faz um vereador?”, no site (dentre vários que encontrei após rápida pesquisa na net) do Instituto Ágora (é assim mesmo que se escreve, com acento agudo no “A”) de São Paulo.

E, se tiver um pouco mais de tempo, acesse o site Todos Pela Educação.   Vale muito à pena uma leitura detalhada das informações que são disponibilizadas lá.

Leiam, reflitam, ponderem e cheguem às suas próprias conclusões.   Se acharem relevante, divulguem, repassem informações, discutam o assunto com mais pessoas.   Todos ganham dessa forma.

E lembrem-se:

“4 anos é muito tempo.   Principalmente quando as coisas não vão bem.”

Portanto, votem consciente: NÃO “VENDAM” SEUS VOTOS PARA NENHUM CANDIDATO!!!

Um Forte Abraço,

Marco Castro.

Anúncios

Ariane e o percentual negativo

Oi Ariane, tudo bem?

A dúvida que você postou é simples.    Na verdade,  basta lembrar da definição de percentual (o que esse símbolo “%” significa) para resolver bem a expressão.   Observe:

O símbolo de percentual (%) significa “dividido por cem”, e toda fração cujo denominador é igual a 100 é chamada de FRAÇÃO CENTESIMAL.

Daí, toda vez que quisermos escrever um número na forma percentual, basta que façamos aparecer o número 100 no denominador.

Por exemplo:

35/100 = 35%

ou

12,345 = (12,345 x 100)/100 = 1234,5/100 = 1234,5%

 Dessa forma, a expressão que você tem dúvida é calculada da seguinte maneira:

X%.2 = -22

X% = -22/2

X/100 = -11

X = -11 x 100

X = -1100

Viu só como é simples?

Espero ter ajudado.

Para Saber Mais:

 

Denise e a definição do Litro

Olá Denise, tudo bem?

A dúvida que você postou trata-se, na verdade, de entender uma definição.   Para facilitar, tente entender “definição” como uma “regra” de um Jogo.

Por exemplo, o metro.   Sua definição é a seguinte:

“O metro é o comprimento da distância percorrida pela luz no vácuo, durante um intervalo de 1/299.792.458 segundos” (17ª CGPM de 1983 – Resolução nº 1).

Quer dizer, é através da definição que outras informações passarão a ter significados (variados), devido a essa referência.

Dito isto, vamos pensar:

O Sistema Internacional de Medidas prevê apenas 7 unidades de grandezas (chamadas de Unidades de Base, todas distintas e independentes entre si), são elas:

 

Unidades de Base
Grandeza

Unidade SI

Símbolo

Comprimento

metro

m

Massa

quilograma

kg

Tempo

segundo

s

Intensidade de corrente eléctrica

ampere

A

Temperatura termodinâmica

kelvin

K

Quantidade de matéria

mole

mol

Intensidade luminosa

candela

cd

Por outro lado, da Geometria Espacial, podemos determinar o volume de um cubo cujas arestas tenham medidas iguais a 1 metro, ou seja, o volume deste cubo será de 1m³.

E aqui surge a relação entre as duas medidas de volume conhecidas: o metro cúbico (m³) e o Litro (L) porque, na verdade, o Litro é definido como um outro múltiplo decimal no Sistema de Medidas, isto é:

1m³ = 1000L = 10³L

Isto significa que em um cubo cujas arestas medem 1 metro tem uma capacidade de volume equivalente a 1000 litros.

E se pensarmos nos submúltiplos das duas unidades acima, poderemos facilmente concluir porque 1dm³ = 1L.

Veja só:

km³     hm³     dam³     m³     dm³     cm³     mm³

kL       hL       daL       L       dL       cL       mL

Note que a equivalência dos múltiplos e submúltiplos – em ambas as medidas –  permanece conforme conhecemos.

Então:

1m³ = 1000dm³ = 10³dm³ = 10³L

Logo,

1dm³ = 1L

Espero ter ajudado.

Bons Estudos!

Para Saber Mais:

Lento retorno…

Olá para todos.

Quero informar que após um pequeno lapso de tempo – chamado férias – ainda não tive oportunidade para colocar em ordem esta bagunça: organizar, filtrar e responder as dúvidas que me são enviadas.

Peço desculpas às pessoas que aguardam as soluções comentadas, mas infelizmente, por questões profissionais e razões pessoais, precisei adiar um pouco meu auxilio voluntário.

Sempre tento respondê-las em ordem (de chegada) mas vou ter que mudar isso.   Por quê?

Porque me parece que tem muito gente achando que eu tenho tempo de sobra…

Então, daqui pra frente o critério maior para a filtragem das dúvidas postadas será o seguinte:

1. Se é SPAM ou não (acreditem, tem muita gente escrevendo bobagens por aqui…)

2. Relevância da dúvida (porque tem gente que se dá ao trabalho de me pedir coisas assim: “eu gostaria de receber todo o material sobre tal assunto porque não entendi nada sobre isso na escola, e gostaria o mais rápido possível…”)

3. Linguagem e Educação (não vou nem comentar…)

Às pessoas sérias que passam por aqui em busca de um auxílio, minhas sinceras desculpas.   Pelo meu atraso nas postagens e por essa mudança repentina de postura.   Mas impressiona o fato de existir tanta gente a fim de bagunçar (sempre e por nada) a vida de outras pessoas.

E aí, a maioria sempre acaba penalizada por causa de um punhado de imbecis.

Outra: para aqueles que desejarem me adicionar no ORKUT, por favor, ao menos digam que passaram por aqui, para eu saber de quem se trata.   Afinal, se eu coloquei o link ali em cima, é para que todos acessem, né?

Agradeço a todos pela atenção, compreensão e confiança.   Pois são muitas pessoas que me escrevem.   E só aprovo os comentários depois de respondê-los, senão eu esqueço 😉

Um forte abraço a todos.

Marco Castro.